Como chegar aqui:

Graduação

Sobre o Curso




O Curso de Graduação em Engenharia Florestal deve assegurar: sólida formação científica e profissional geral que possibilite absorver e desenvolver tecnologia; competência científica e tecnológica que permita ao profissional atuação crítica e criativa na identificação e solução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade. O profissional deve estar apto a compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação aos problemas tecnológicos, sócio-econômicos, gerenciais e organizativos, bem como utilizar racionalmente os recursos disponíveis, além de conservar o equilíbrio do ambiente, e ter capacidade de adaptação, de modo flexível, crítico e criativo, às novas situações.

Principios que Norteiam a Formação Profissional?


O Curso deverá estabelecer ações pedagógicas com base no desenvolvimento de condutas e atitudes com responsabilidade técnica e social, tendo como princípios:
  • respeito à fauna e à flora;
  • conservação e recuperação da qualidade do solo, do ar e da água;
  • uso tecnológico racional, integrado e sustentável do ambiente;
  • emprego de raciocínio reflexivo, crítico e criativo; e
  • atendimento às expectativas humanas e sociais no exercício de atividades profissionais.
 
Competências e Habilidades Exigidas
Conforme o art. 6º, das Diretrizes Curriculares Nacionais, o curso de Engenharia Florestal deve possibilitar a formação profissional que revele, pelo menos, as seguintes competências e habilidades:
  • estudar a viabilidade técnica e econômica, planejar, projetar, especificar, supervisionar, coordenar e orientar tecnicamente;
  • realizar assistência, assessoria e consultoria;
  • dirigir empresas, executar e fiscalizar serviços técnicos correlatos;
  • realizar vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e pareceres técnicos;
  • desempenhar cargo e função técnica;
  • promover a padronização, mensuração e controle de qualidade;
  • atuar em atividades docentes no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão;
  • conhecer e compreender os fatores de produção e combiná-los com eficiência técnica e econômica;
  • aplicar conhecimentos científicos e tecnológicos;
  • conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;
  • identificar problemas e propor soluções;
  • desenvolver, e utilizar novas tecnologias;
  • gerenciar, operar e manter sistemas e processos;
  • comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;
  • atuar em equipes multidisciplinares;
  • avaliar o impacto das atividades profissionais nos contextos social, ambiental e econômico;
  • conhecer e atuar em mercados do complexo agroindustrial e de agronegócio;
  • compreender e atuar na organização e gerenciamento empresarial e comunitário;
  • atuar com espírito empreendedor;
  • conhecer, interagir e influenciar nos processos decisórios de agentes e instituições, na gestão de políticas setoriais.

O Engenheiro Florestal Deve Ter


  • Sólida base nas ciências exatas, biológicas e humanas com vistas a obter consciência ecológica e ética de sua responsabilidade na conservação da natureza.
  • Conhecimentos amplos e profundos dos ecossistemas terrestres brasileiros em particular os florestais e das relações sociais e econômicas das populações que dela dependem, permitindo assim, intervir sobre estes ecossistemas, através de métodos de manejo para cada situação ecológica, econômica e social, garantindo assim sua sustentabilidade.
  • Conhecimento de como utilizar máquinas e equipamentos nas práticas florestais, dentro de limites de racionalidade operacional e de reduzido impacto ambiental.
  • Conhecimentos dos processos de transformação industrial de recursos de origem florestal, associando as propriedades da matéria prima florestal com a qualidade dos produtos finais.
  • Visão critica e holística dos processos sociais, sabendo interagir com pessoas de diferentes grupos sociais e antropológicos.

Áreas de Atuação
O Curso de Engenharia Florestal tem como objetivo formar profissionais habilitados a atuar nas seguintes áreas:

  •     Construções de madeira
  •     Dendrometria e inventário florestal
  •     Gestão de recursos naturais renováveis
  •     Ecologia e defesa sanitária
  •     Produção de sementes e propagação de espécies florestais
  •     Manejo florestal para produção de madeira e produtos não madeiráveis
  •     Desenvolvimento de processos tecnológicos com madeira e seus subprodutos
  •     Industrialização e comercialização de produtos originados de florestas
  •     Solos de ecossistemas florestais
  •     Mecanização, colheita e transporte florestal
  •     Geoprocessamento e sensoriamento remoto
  •     Planejamento, administração, economia e crédito para fins florestais
  •     Perícia, planejamento, desenvolvimento e administração de projetos
  •     Programas voltados para: produção de florestas para fins comerciais
  •     Proteção da biodiversidade
  •     Manejo de bacias hidrográficas
  •     Recuperação de áreas degradadas
  •     Avaliação de impactos ambientais
  •     Educação ambiental e Ecoturismo
  •     Unidades de conservação
  •     Manejo da fauna silvestre e sistemas agroflorestais

Estará apto ainda a atuar na pesquisa, extensão e no ensino; e, como profissional autônomo, na prestação de assessoria, consultoria, elaboração de laudos técnicos e receituários florestais e ambientais, bem como ser um empreendedor.
 
Centro de Ciências Agroveterinárias - CAV / Av. Luiz de Camões, 2090 - Conta Dinheiro - Lages - SC
CEP: 88.520-000 / Telefone: (49) 3289-9100