Como chegar aqui:

Mestrado e Doutorado em Ciência do Solo


PROJETO: Disponibilidade de água para as culturas relacionadas com os atributos de solos do Estado de Santa Catarina e sua estimativa através de funções de pedotransferência.

Linha de Pesquisa: Caracterização, Conservação e Uso dos Recursos Naturais

Resumo: A disponibilidade de água no solo exerce grande influência sobre a produtividade das culturas agrícolas e ela varia em função da textura, mineralogia, matéria orgânica e estrutura do solo. Contudo, a determinação da água disponível é demorada e tem um alto custo, sendo que a utilização de pedofunções permite estimá-la através de atributos de solo de mais fácil obtenção e custo mais baixo. Os objetivos desta pesquisas serão: (a) Determinar a retenção de água e relacionar a retenção com atributos químicos, físicos e mineralógicos dos solos; (b) Determinar a susceptibilidade dos solos ao déficit hídrico; (c) gerar equações de pedotransferência para estimar a retenção de água em diferentes tensões a partir de atributos do solo de fácil obtenção; (d) avaliar a eficiência de pedofunções geradas em outras regiões para a estimativa da retenção de água dos solos do Estado de SC. Para isto, serão selecionados 30 unidades de mapeamento, que representam as principais classes de solos de SC. Serão determinados às propriedades físicas e químicas e a mineralogia das frações argila, silte e areia, via análise por difração de raios-X (DRX). A retenção de água no solo será obtida em sete tensões. Os atributos químicos, físicos e mineralógicos do solo, serão submetidos à análise de regressão simples e múltipla. Após a separação, em quatro grupos de horizontes, serão obtidas funções de pedotransferência através do calculo via análise de regressão múltipla e com o uso dos programas ROSETTA e SOILPAR; serão testados diferentes grupos de variáveis independentes. Também será avaliada a exatidão com que algumas pedofunções existentes na literatura ajustam a retenção de água para solos de SC. A partir dos dados de retenção e disponibilidade de água e com o mapeamento de solos do Estado de SC, pretende-se gerar mapas com a disponibilidade de água para as diversas regiões estudadas. Será realizada também uma busca minuciosa na literatura, para sistematizar e aproveitar os trabalhos existentes para avaliar a capacidade preditiva do modelo proposto.

PROJETO: Trinta Anos de Sistemas de Manejo em Latossolo Bruno: Propriedades Físicas e Hídricas do Solo e Produtividade de Culturas

Linha de Pesquisa: Caracterização, Conservação e Uso dos Recursos Naturais

Resumo: Diferentes sistemas de manejo do solo têm sido adotados pelos agricultores com efeitos diversos na qualidade do solo, na disponibilidade de água e na produtividade das culturas. O uso intensivo da mecanização altera a estrutura do solo, geralmente compactando-o, com aumento da densidade e redução da porosidade. Geralmente, modifica sensivelmente o diâmetro dos poros e assim, os fluxos de ar e água no solo. Para melhor entendimento destas alterações experimentos de longa duração devem ser conduzidos e avaliados, para permitir analisar as alterações na estrutura do solo e dinâmica da água no solo e sua disponibilidade as plantas. O objetivo deste estudo é avaliar a qualidade de um Latossolo Bruno através de suas propriedades físicas e químicas, após 30 anos sob diferentes sistemas de manejo, e a relação destes com a dinâmica da água no solo e disponibilidade às culturas. Seis sistemas de manejo do solo serão avaliados. Como resultado deste estudo, pretende-se compreender melhor o efeito dos sistemas de manejo sobre a qualidade do solo, principalmente o efeito destes sobre a distribuição e tamanho de poros, compactação, estabilidade de agregados e suas conseqüências na dinâmica da água no solo principalmente em períodos de déficit hídrico. Os resultados poderão contribuir para subsidiar a tomada de decisão que envolve práticas de manejo do solo que visem o aumento da produtividade, principalmente, em períodos de deficiência hídrica, bem como sistemas que causem menor impacto sobre a estrutura do solo.

PROJETO: Variabilidade espacial de atributos do solo e relação com a qualidade da uva para vinificação no Planalto Catarinense

Linha de Pesquisa: Caracterização, Conservação e Uso dos Recursos Naturais

Resumo: A vitivinicultura de altitude vem expandindo a sua participação na economia da região do planalto catarinense. Entretanto, os solos de altitude apresentam variabilidade em seus atributos físicos, necessitando em muitos casos de um manejo adequado para obter quantidade e qualidade adequadas das videiras. O objetivo deste estudo será avaliar os atributos físicos, o teor de carbono orgânico e a disponibilidade de água nos solos de altitude, e seus efeitos sobre o desenvolvimento vegetativo e a produtividade de uvas. O estudo será desenvolvido em dois talhões  

 
Centro de Ciências Agroveterinárias - CAV / Av. Luiz de Camões, 2090 - Conta Dinheiro - Lages - SC
CEP: 88.520-000 / Telefone: (49) 3289-9100