Como chegar aqui:

Mestrado e Doutorado em Ciência do Solo


PROJETO: Constituição e propriedades de rochas e de minerais de importância agrícola e sua utilização como fonte de nutrientes às plantas.

Subprojeto1: Utilização de rochas naturais moídas no desenvolvimento e nutrição de feijoeiro.

Subprojeto 2: Utilização de rochas naturais moídas no desenvolvimento e nutrição da videira em Neossolo Húmico.

Linha de Pesquisa: Caracterização, Conservação e Uso dos Recursos Naturais

Resumo: O presente projeto objetiva caracterizar diferentes tipos de rochas, bem como de minerais de importância agrícola como fonte de nutrientes para as plantas em diferentes classes de solo e espécies vegetais, para utilização em sistemas ambientalmente sustentáveis, como alternativa aos fertilizantes convencionais.

PROJETO: Mineralogia, gênese e classificação de solos do extremo Sul do Brasil

Subprojeto 1: Evolução mineralógica dos solos e relações solo-superfícies geomórficas em áreas de encostas basálticas no Valo do rio do Peixe, SC.

Subprojeto 2: Mineralogia e gênese de Solos das Serras do Leste Catarinense.

Subprojeto 3: Mineralogia e gênese de Solos das Serras Litorâneas do Norte Catarinense.

Subprojeto 4: Gênese do horizonte subsuperficial escuro em Argissolos Vermelhos do Sul Catarinense

Subprojeto 5: Relações solo-litologia-vegetação numa sequência de solos desenvolvidos de rochas efusivas do planalto catarinense

Subprojeto 6: Mineralogia e gênese de solos desenvolvidos de rochas alcalinas e ultrabásicas do domo de Lages, SC.

Linha de Pesquisa: Caracterização, Conservação e Uso dos Recursos Naturais

Resumo: Este projeto objetiva descrever e caracterizar, do ponto de vista macromorfológico, micromorfológico, físico, químico, e mineralógico, perfis de solo ocorrentes em várias regiões catarinenses, avaliando aspectos da gênese, evolução e sua relação com as propriedades físicas e químicas dos solos. Os subprojetos são desenvolvidos por grupamento de solos ocorrentes por regiões, com base em critérios de geologia, clima e geomorfologia, visando um conhecimento mais aprofundado dos diversos grupos de solo nos aspectos relacionados a sua gênese, mineralogia e potencial de uso agrícola.

PROJETO: Caracterização e emprego de minerais do grupo das zeólitas em sistemas agrícolas e processos ambientais.

Subprojeto 1: Adsorção de Cd, Pb e Cr por zeólita natural e basaltos com zeólitas e seu emprego na redução de cromo em águas residuais.

Subprojeto 2: Adsorção de Metais por zeólita natural e basaltos com zeólitas em drenagem ácida de mina.

Subprojeto 3: Capacidade de remoção de metais de drenagem ácida de mina por material zeolítico proveniente de Urupema, SC, e diatomita descartada pela indústria cervejeira tratadas química e termicamente em sistema de fluxo contínuo.

Linha de Pesquisa: Produtividade de Sistemas Agrícolas e Florestais.

Resumo: Considerando o alto custo dos tratamentos químicos convencionais para remoção de metais pesados de efluentes, principalmente os presentes nas águas de drenagem ácida de mina e a possibilidade de utilização de material zeolítico e diatomita, de baixo custo, como adsorvente de metais, este trabalho tem como objetivo avaliar: (i) Capacidade de remoção de Cu, Fe, Mn e Zn em meio aquoso a pH 3,0 (simulando DAM) por material zeolítico de origem mineral identificado e coletado na região de Urupema, Santa Catarina (ZeoSC) e diatomita descartada pela indústria cervejeira (Diat); (ii) Avaliar o efeito do pH na capacidade de remoção de Cd, Cr, Cu, Fe, Mn, Pb e Zn por ZeoSC e Diat; (iii) Avaliar o efeito de tratamento químico e térmico na capacidade de remoção de Cd por ZeoSC e Diat; e (iv) Avaliar a capacidade de remoção de metais presentes em DAM por ZeoSC e Diat em sistema de fluxo contínuo.

PROJETO: Características estruturais e propriedades de argilominerais e óxidos em solos do extremo Sul do Brasil.

Subprojeto 1: Caulinita, argilominerais 2:1 e interestratificados caulinita-esmectita em solos derivados de basalto do extremo sul do Brasil

Subprojeto 2: Transformações estruturais de Óxidos de Ferro em perfis de solo como indicadores de mudanças climáticas.

Linha de Pesquisa: Produtividade de Sistemas Agrícolas e Florestais

Resumo: Caulinita, interestratificados caulinita-esmectita e argilominerais 2:1 com polímeros de hidroxi-Al entrecamadas são componentes comuns nos solos do extremo Sul do Brasil, mas suas características estruturais e propriedades físicas e químicas são pouco conhecidas. Goethita e hematita são óxidos comuns em solos e o conhecimento de suas características pode auxiliar no monitoramento das mudanças ocorridas no ambiente do solo, bem como do comportamento dos solos em sistemas agrícolas. O projeto objetiva aprofundar o conhecimento acerca desses argilominerais, bem como das características dos óxidos de ferro goethita e hematita em solos do Sul do Brasil. 

 
Centro de Ciências Agroveterinárias - CAV / Av. Luiz de Camões, 2090 - Conta Dinheiro - Lages - SC
CEP: 88.520-000 / Telefone: (49) 3289-9100