Como chegar aqui:

Mestrado e Doutorado em Ciência do Solo


PROJETO: Adubação e Calagem de Plantas Forrageiras

Subprojeto 1: Calagem na implantação e recuperação de pastagens de tifton no oeste catarinense.

Subprojeto 2: Calibração de métodos para estimativa da necessidade de calcário em solos do oeste catarinense.

Linha de Pesquisa: Dinâmica de Elementos Químicos e Nutrição de Plantas

Resumo: No Oeste do Estado de Santa Carina há carência de informações relacionadas à correção da acidez do solo para o estabelecimento e manutenção de pastagens perenes. Primeiro, há problemas na própria efetividade do método Índice SMP para a estimativa da necessidade de calcário destes solos pela pouca calibração feita pela CQFS – RS/SC com solos da Região; Segundo, para o caso de pastagens perenes do gênero Cynodon, especialmente tifton, não há uma recomendação clara do nível de exigência de correção da acidez para o estabelecimento dessas pastagens e; Terceiro, para pastagens já estabelecidas, quando ocorrida a reacidificação do solo, não há uma recomendação clara sobre a dose de calcário a ser reaplicada nem a forma de incorporação do corretivo no solo. Para o estudo desses problemas, estão sendo desenvolvidos experimentos com os seguintes objetivos: a) avaliar a precisão dos métodos SMP e Saturação por Bases para o cálculo da quantidade de calcário necessário para a correção da acidez de solos da Região do Oeste Catarinense; b) Verificar o melhor valor de pH e saturação por bases para o estabelecimento de pastagem de Tifton 85; c) Avaliar o efeito da adição dos micronutrientes Boro, Cobre e Zinco em solo com doses de calcário e sua influência no estabelecimento da pastagem; d) Em pastagens já estabelecidas, avaliar a eficiência de doses de calcário aplicadas na superfície do solo ou incorporadas com grade leve na correção da acidez e recuperação da pastagem.

PROJETO: Avaliação de metodologias de diagnóstico de elementos químicos no solo e eficiência de fertilizantes

Subprojeto 1: Solubilização de fosfatos naturais brasileiros e importados

Subprojeto 2: Comportamento dos métodos Mehlich 1, Mehlich 3 e Resina trocadora de ânions frente ao poder tampão do solo e a utilização de fosfatos naturais.

Linha de Pesquisa: Dinâmica de Elementos Químicos e Nutrição de Plantas

Resumo: O modelo de disponibilização de nutrientes para as plantas considera dois compartimentos interligados, a solução do solo, que constitui o fator intensidade (I), e a fase sólida, que armazena os nutrientes que abastecem a solução, por isso denominado fator quantidade (Q). A cinética de como o primeiro compartimento é abastecido pelo segundo, chamado fator capacidade (C), representa o poder tampão, ou a taxa de recomposição do I pelo Q, a qual é controlada pela energia de ligação do nutriente em Q e pela difusividade para I. O fator Q é depledado pela absorção pelas plantas ou perdas do sistema e é reposto pelas adições ambientais e/ou adubações. Assim, o estudo da disponibilidade dos nutrientes às plantas reside em encontrar soluções extratoras que acessem formas do nutriente semelhantes as que as plantas conseguem absorver, negligenciando os montantes das formas ditas não lábeis. O objetivo deste projeto é estudar a eficiência de extratores químicos na avaliação da biodisponibilidade dos nutrientes, avaliando também a sua eficiência em detectar a dissolução e aumento da disponibilidade de nutrientes pela adição de fertilizantes com diferentes velocidades de solubilização.

PROJETO: Dinâmica de Elementos Químicos em Solos Ácidos de Altitude

Subprojeto 1: Dinâmica de carbono e macronutrientes em solos sob florestas de Pinus ssp no planalto catarinense

Subprojeto 2: Capacidade de absorção de fósforo por soja e plantas de cobertura.

Linha de Pesquisa: Dinâmica de Elementos Químicos e Nutrição de Plantas

Resumo: Os solos de altitude do Sul do Brasil são localizados em regiões com altitude maiores que 800 metros acima do nível do mar e se estendem por partes das regiões do Planalto do Rio Grande do Sul,  

 
Centro de Ciências Agroveterinárias - CAV / Av. Luiz de Camões, 2090 - Conta Dinheiro - Lages - SC
CEP: 88.520-000 / Telefone: (49) 3289-9100